Home / IRRF 2017 /

Veja as principais faixas da Tabela IRPF 2017.

Tabela Imposto de Renda 2017

Veja as principais faixas da Tabela IRPF 2017.

Comments are off for this post.

Tabela Imposto de Renda 2017

Veja as principais faixas da Tabela IRPF 2017.

Quando chega a hora de pagar o imposto de renda, ou também conhecido como IRPF, muitas pessoas ficam em dúvidas sobre as datas de pagamento da tabela do IRPF 2017, como as alíquotas de contribuição para o IRPF, faixas de contribuição e muito mais
Por conta disso, esse artigo visa apresentar alguns detalhes da Tabela IRPF 2017, para que vocês possam conhece-los e temer menos essas cobranças, vamos lá.

Tabela do imposto de renda 2017

Esse imposto incide sobre a renda e os proventos de contribuintes residentes no País ou residentes no exterior que recebam rendimentos de fontes no Brasil. Apresenta alíquotas variáveis conforme a renda dos contribuintes, de forma que os de menor renda não sejam alcançados pela tributação.
Tabela IRPF 2017
Tabela IRPF 2017

Tabela de Alíquotas IRPF 2017

As alíquotas de contribuição são as faixas de ganho de renda médio mensal que definem o pagamento de um determinado percentual de imposto sobre a renda do cidadão brasileiro. Caso o trabalhador se enquadre em qualquer faixa de contribuição além da isenta, será obrigado a pagar o IR, sob pena de multas pesadas ou sérias complicações com a Receita Federal.

Isentos do IR

Quem ganha por exemplo, até R$ 1.903,98, está isento do imposto de renda, devido a sua situação financeira extremamente complicada. Assim as únicas pessoas as quais, não pagam impostos de renda são aquela, as quais, ganham no máximo R$21.453,00 reais no ano.

Alíquota de 7,5%

Para quem ganha De R$ 1.903,99 até R$ 2.826,65 por mês, ou de R$ 21.400,00 até R$ 32.100,00 reais no ano, o Governo já começa a abocanhar, levando 7,5% do seu rendimento líquido.

Alíquota de 15%

Já para as pessoas que ganham de 32 mil até 42 mil no ano, o que daria um salário mensal de R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05, tem que pagar uma alíquota de 15%, ou seja, de tudo que a pessoa ganha no ano, 15% ficam com o Governo.

Alíquota de 22,5%

Para quem aumenta ainda mais o piso salarial, ganhando de R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68 mensais, ou de 42 mil até 53 mil por ano, terá que pagar 22,5 % de todo o seu rendimento direto para a União.

Alíquota de 27,5%

Trata-se da alíquota mais alta de contribuição do Imposto de Renda, que incide sobre todos os contribuintes cujos ganhos de capital superem, em média a faixa de R$ 4.664,68, sem limite de ganhos. Por fim, uma última divisão de alíquota de imposto de renda é para quem ganha acima de 4.664,68 reais por mês. Essa divisão acabou ficando errada, pois, quem ganha R$ 5.000,00 por mês, acaba pagando o mesmo que quem ganha R$ 100.000,00, uma grande incoerência e uma forma de não taxar tanto a parte mais rica do Brasil.

Veja também: Quem deve declarar o IRPF 2017?

Share this article

Comments are closed.